domingo, 17 de setembro de 2017

As Crias da Alma


Meu ego é um cãozinho que se distrai
com as pedras do caminho
A minha Alma é o seu mestre,
que anda adiante dele
e a quem ele segue sem saber.
Julgando-se só e independente,
alegre quando o caminho é fácil
gemendo e ganindo ao cair nas armadilhas
em desespero por pensar-se na solidão

Sorridente e cheia de compaixão,
minha Alma detém-se e vem socorrer este cãozinho...
Carrega-o no colo pra que se acalme
sussurra palavras de acalanto pra que se anime
e novamente coloca-o no Caminho
pois ele tem tanto a percorrer para encontrá-la...

Sorrio do cãozinho cheirando a leite e pão
criança da vida, que não sabe que já é ancião
de vidas e vidas além do Tempo
dormindo em sua caminha de trapos
e em sua inocência achando que tudo tem.

Mas é assim que tem de ser, assim será
pois o Caminho é longo e tem de ser trilhado
E assim acordo todos os dias, cãozinho inocente
sem saber que a Alma de um Deus aguarda em mim.

Bíndi



Imagem: Pinterest.com

Música: Havasi - The Road


segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Éramos Um



Nas voragens de lembranças que elevam o olhar ao horizonte infinito
Déjà vu da mente insana que voa fora do padrão terrestre
Isolados e tidos como estranhos seres
Carregam um arquivo vivo no coração

O enlace mais denso em habitação temporal
Então o reencontro inesperado
Vedando as ilusões impostas por uma sociedade cruel e sonolenta
A união...o amparo, o amor...
As acusações e dedos em riste, julgados e condenados por víboras
Seguem em silêncio, guardando a inocência do mais puro amor
A solidão aliviada pelo carinho recíproco

Inexplicável sentimento que habita em dois corpos
Recordações de lugares desconhecidos, intraduzíveis e distantes
A mente voa por espaços sem tempo, sem dualidades, em busca só de paz
Doando por automação o sorriso mais belo...

Situam o coração em estágios estranhos de consciência
Não vegetam, vivem buscando o eterno
Compreendem que não são os corpos
Plantam raízes e amor

Ao partir então...se unem duma forma ainda não compreendida pela ciência do homem
Então falam, "almas uníssonas"
Voam por espaços desconhecidos
Suas consciências se fundem numa só

Plantam o amor em elos transcendentes por onde passam
Longe das teorias e dos labirintos das razões humanas, apenas seguem...em silêncio

Ao longe se percebe apenas uma luz cruzando o cosmos...
Partes duma alma que retornam ao seu estado original...se fazem novamente o um
Rumam por infinitos, sem lugares tangíveis, pois sua realidade se torna o tudo e absoluto.

Nos deixam sempre a mesma mensagem contida na simplicidade de suas palavras...
Gentileza, educação, humildade, silêncio, servidão...simples assim.

Ghost


Música: Natasha st Pier - Je te souhaite

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

No dia em que você perdeu o seu sorriso





No dia em que você perdeu o seu sorriso
meu mundo escureceu, emudeci em dissabor
flutuaram em minha alma sentimentos imprecisos
sem atinar no que fazer pra amenizar a sua dor
No dia em que você perdeu o seu sorriso
meu anjo da guarda segurou a minha mão
pois mais em mim do que em ti doía o desalento
de perceber que a alegria assim termina de roldão
Bem pobres são os propósitos humanos
débeis planos, frouxas intenções
que se despedaçam ao menor sopro da fatalidade
Pois nem meu amor mais desvelado devolveu ao teu rosto a claridade
nem minha prece fervorosa desanuviou tuas feições
Mas como amar é estar junto, em todas as situações unidos
com amor e humildade ao Senhor peço
que me inspire a ser teu motivo de sorrir
ser assim tua alegria é meu encanto, é o paraíso
é poesia, inspiração pra todo o bem que espero ainda há de vir.

Bíndi


Imagem: pinterest.com




sexta-feira, 21 de julho de 2017

Automação Fraterna




Terra, abençoado lar-escola de bençãos e aprendizado

Ao ver-te tão longe de mim, vejo como és linda

Tantas dores e desatinos meus suportaste, Mãe Querida

Hoje te vejo anjo

Que saudade dos teus lugares, de tuas canções que falavam de amor
Estive em outras paragens tão belas também, mas de ti guardo eterna lembrança
De mim suportaste o despertar de dúvidas e silêncios
Meus gritos sequiosos ouvias sem reclamar

Quantas vezes foste meu lenço e suportaste minhas iras
Reclamava de ti um cárcere, mas me acolhias de minha própria ignorância
O Sol te ilumina agora, a noite te abençoa o repouso
Mãe Querida, lugar de benção e dor, de aprendizado, de despertar

Um raio te rompe, rasgando a escuridão e o silêncio...os canhões não cessam
E você tão formosa, calada, sem o menor grito
Teus lugares tão belos e completos ao habitat necessário
Teu colo abençoado que guarda a paciência do Amor

E o tempo volta em meu coração
Aqui estou Mãe, visitando-te saudoso
Aprendendo de ti a lição...
Esperar...esperar.


Ghost



segunda-feira, 3 de julho de 2017

Entre Rendas e Martelos


Que nos deixem ser mulheres como as flores são flores, como o céu é o céu, como o mar é a imensidão do mar...sem exigir-nos mais que isso, ser o que nascemos pra ser, o que nascemos sendo, o que somos, pois já é difícil o bastante sermos humanas pra tentarmos ser sobre-humanas...


Não nos cobrem divindade ou castidade angelical, nem talentos extraordinários...não seremos mães em tempo integral, nem amantes de fogo interminavelmente disponível, nem tampouco cozinheiras, faxineiras, professoras e enfermeiras de eterno plantão, pois o tempo e as circunstâncias influem sobre nós como sobre qualquer criatura, e temos fases como a lua, bem dizia a poeta Cecília, que era mulher como nós...


A roseira cresce, e um dia dará suas rosas, e é o que se espera dela, por ser roseira...o cãozinho nasce, cresce e um dia latirá, e é o que dele se espera, por ser cão...o homem nasce e se torna homem, e é esse seu normal, por ser homem: porque somente a mulher teria a sina de nascer mulher e tornar-se heroína, porque transformar-se em divina a que nasceu pra ser humana...


A vida tem muitas ciladas, e uma delas é o morrer a flor em botão, regada por água demais; o alimento cru e intragável, a que não foi dado o tempo do agir do fogo; o carro engasgado a que se quis fazer pegar à força, o ser que murchou no calor excessivo das expectativas irreais...

Seja irmã, filha, esposa ou mãe, antes de tudo é mulher, e antes ainda, criatura humana; e sua decantada beleza não pode estar em formas arredondadas e suaves, pois há as que não as tem assim...nem em perspicácia e extraordinária intuição, pois há as que tem pouca, ou nenhuma...em perfeitos rostos angelicais, pois tantas nisto nasceram em desvantagem; em habilidades multitarefas, porque existirão sempre muitas que nem ao menos possuem mobilidade...os critérios de beleza para julgar uma mulher estarão sempre aquém do que ela merece, pois tal é o mundo, e o mundo foi, até pouco tempo, fabricado por homens em todas as suas nuances...

Mas talvez existirá, pela persistência feminina, um momento no tempo e um espaço no mundo em que ela será o que puder, o que quiser, o que nasceu pra ser, o que lutou para se transformar, mas assim, natural e espontaneamente, sem empurrões nem trancos, sem pressões nem exageros, sem precisar caber numa forma preexistente antes de seu nascimento, ou se esgueirar para dentro de um estereótipo que a deixará galante mas infeliz...e nesse dia, o mundo exalará um aroma raro, o verdadeiro, o envolvente, o concreto, o nem sempre oloroso como rosas, mas o humanamente encantador, perfume de mulher...


Bíndi





sexta-feira, 16 de junho de 2017

Medo de Amar



Algo havia acontecido dentro de mim, após tanto ter sofrido,  pedindo a Deus um amor verdadeiro
Notava você em meio duma multidão, era só você
Dissimulava a tentação de ficar lhe olhando
Fazia questão de ser notado por você, sem que soubesses disso

Mas foi no inesperado que nossos olhos se cruzaram
Tsunamis, furacões,terremotos, colisão de galáxias
Ah esse amor...tão lindo e gigante
Tão simples, natural e inexplicável

E na magia do momento em que nos olhamos, sorrimos
Eu não queria deixar de olhar pra você...nunca mais
Mas o medo da rejeição novamente, me fazia recuar
Um turbilhão de receios, terrível sensação de perder o sonho

Novamente o inesperado nos ajudou
Um tropeção, na hora errada?!
Foi como se meus braços tivessem vontade própria
O abraço protetor...olhos nos olhos, a respiração, o calor de teu corpo!

Fim do medo

Ghost



Música: Ruser - You Know my dreams

Seis meses depois...


Eu tinha medo de amar tão rápido, mas a carência, a solidão, teu olhar...
Assim me deixei ser consolado por você, sem notar que curava uma dor, mas desenvolvia uma dependência de você!

Minhas lágrimas foram secando, meu coração você foi curando...
Totalmente carente, não percebia que para você era apenas um jogo de conquista.

Aos poucos, nossas diferenças cresciam...já não havia mais o colo, quanto mais eu me mostrava, mais você cobrava uma perfeição em mim, que lhe fizesse feliz. Fui me tornando aos poucos frustrado, querendo rever a mulher pela qual havia me apaixonado, a pessoa que havia me tirado da antiga tristeza...

Assim se concretizava uma dor intensa, pois nada em mim lhe agradava mais,  me esforcei em querer ser o melhor pra você...quanto mais eu tentava, mais você se afastava, mais limites impunha...

Hoje percebi que não há mais nada entre nós, exceto o que ainda sinto por você, como uma areia movediça...quanto mais tento sair, mais preso fico nesse sentimento...

O mundo é cruel, dizer "te amo" é fácil...amar é tão sublime que poucos conseguem verdadeiramente!

Você nunca me amou...

Me deixando apenas esse sentimento de ter medo de amar novamente!


Ghost



Música: Mick Fleetwood - You Weren't in Love

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Deitado no colo de Deus




“ A vida é a infância da nossa imortalidade.”

Goethe

Desci das costas a mochila pesada e na calçada sentei
Doloridos cada um dos meus ossos, fatigada minha alma 
Eu só queria descansar de todos os meus pensamentos
Desatrelar a consciência como a um cavalo 
Que há muito carrega o peso de sua carroça
E correr nos campos tranquilos dos que existem sem dar por isso.
Preocupações com o amanhã ocupam-me hoje
Remorsos das culpas passadas são trevosas nuvens que encobriram o meu sol
Se não os meus problemas, problemas alheios sempre me perturbam
Parece-me às vezes que a existência é um oceano 
Sacudido por ondas eternas e sem descanso
No meu limite, deitei-me ao solo e meus pensamentos fugiram feito passarinhos
E pousaram num fio próximo, enfileirados a me fitar
Não olhei pra eles...deixei-me apenas sentir a vibração da terra até sentir-me leve
E me percebi então deitado no colo de Deus
Aninhado e protegido, aquecido e abraçado
Nenhum perigo...nenhum medo...nenhum motivo para temer absolutamente nada, 
pois eu não tinha absolutamente nada a perder
O que me poderia acontecer de pior senão a morte 
Sendo que a morte é das cadeias da carne a suprema libertação?
Que mal me farão então, os outros? Que poder sobre mim terão?
Que poder eu lhes dou, para que amedrontado assim sempre me sinta?
Se sou eu o mestre de meu próprio coração, vou ensiná-lo a bondade sensata 
dos que agem sem esperar retorno e glórias
Se sou eu o guia de minha razão, vou educá-la a não temer o que de fora vier 
Pois percebi que o que mais me faz sofrer vem de minhas próprias elucubrações
No colo de Deus coloquei o peso do meu corpo cansado
No colo de Deus cantei uma canção de ninar pra minh'alma
No colo de Deus, descansei.

Bíndi

imagem: Google

terça-feira, 9 de maio de 2017

Hoje vejo-te assim...



Hoje vejo-te assim...



Uma esperança de poder de novo te encontrar

Um pensamento de paz

Um abraço que afaga minha saudade
Uma canção de amor

Uma felicidade sublime que na Terra encontrei
Um olhar para o eterno

Um momento que acalenta a solidão, no silêncio de meu coração
Uma brisa ao anoitecer

Uma rua deserta revestida de flores
Um amanhecer tão calmo

Uma lição de vida e luta, vencendo as lágrimas da desesperança
Um exemplo de doçura

Um beijo silencioso
Uma saudade que me ensinou a direção de Deus

Um desespero contido, que trouxe a fé dos dias meus
Uma paz ensinada por vc

Uma alegria de sentir teu amor vivo em mim
Um toque no coração

Um sentimento da alma
Uma lágrima num sonho feliz, em que te reencontro tão bela

Hoje vejo-te assim...
Não um corpo que jazz, mas uma alma que amo


Uma vida para trilhar, seguir e amar, servir e perdoar, errando e orando
Um coração para lapidar, para no céu merecer te encontrar. 

Ghost


segunda-feira, 24 de abril de 2017

A Flauta de Silêncio


O bem no universo se manifesta em silêncio
O sol, o ar, as plantas, os animais... aquele jacarandá, em toda a sua majestade, jamais deixou de ser silêncio.
Os astros em silêncio habitam o espaço, e a lua vela meu sono sem reivindicar qualquer retorno. 
As flores que plantei e vingaram em meu jardim, alegres floresceram em cores encantadas 
E todos os dias eu as agradeço por terem escolhido florir.
Mas se eu pisar sobre suas pétalas, ainda assim me darão perfume: 
pois a vingança da flor é encher de perfume a quem as machucou
Desejo aprender das flores, do ar, do sol, e de toda a criação de Deus a essência do humildemente servir
O desejo de notoriedade encobre o verdadeiro sentido do ser
Até mesmo o desejo de ser amado, que tão natural nos parece, 
pode nos levar ao poço sem fundo da carência, do des-amor próprio, da vaidade, do ciúme e da possessividade
Por já ser digna por ser quem sou, filha de meu Pai e irmã do universo, não necessito 
da aprovação nem das glórias de quem quer que seja...
E as críticas que chegarem, venham como lembrança de que sou ainda falível
E não como motivo de melindres a um ego insaciável.
Sem adjetivos ou advérbios, substantivos e pronomes
Simplesmente, Sou.
Que eu seja assim, humilde como as ervas que me dão o chá, e faça o bem com tanta naturalidade, 
que não mais o encare como virtude, mas como parte inerente do meu ser
Que todo o bem que eu fizer, se quede em silêncio tendo apenas o Pai por testemunha.

Bíndi

Imagem: nomaruta.club

domingo, 9 de abril de 2017

Portal de Luz



Dezoito horas...a escuridão, os lamentos, a chuva constante, o lamaçal
Tantas almas em estado de ignorância bestial
Outras em passagem necessária, lavando a roupa suja
Algumas entendem que é só um momento do ser eterno

Abre-se o portal...lá vem os missionários da luz
Abrindo as portas para os que desejam a paz
Trazendo amparo para os que ainda não suportam a claridade
Energizando um ambiente de quedas em erros, inconsciência e penúria

Assombrosas faces humanas em lágrimas, consciências em fragmentos
Seres desnudos de qualquer lucidez
Enquanto outros procuram os mestres, que lhes amparam de braços abertos
Olhares perdidos, olhos em cavernas na escuridão, gemidos audíveis ao longe

Pedidos de socorro, fugas da energia que traz a luz para as sombras

As equipes trabalham intensamente, novatos e seus mentores

Entrementes, alguém rompe o auxílio fraterno aos gritos...
-"Hipócritas, vivem no bem bom e nos abandonam aqui, cadê o tal Deus que vocês falam?! porque ele não se apresenta e nos salva?"

Um instante de silêncio se faz, quando emerge dentre a multidão um senhor de cabelos brancos, expressão serena e fala branda...
-"Amigo, o Deus que esperas te chama, ele está aqui te dando morada justa, tal qual o  primitivo estado de consciência em que impuseste a ti mesmo. Assassinaste mais de uma dezena de irmãos indefesos, diante de armas de fogo, que sem piedade alguma usavas para exterminá-los da vida densa. Esse Deus te forneceu um solo e um abrigo, uma vida e inteligência para a tua correção, ao passo que agora te encontras a buscar em ti mesmo, razões para acusá-lo, sob o manto do sofrimento que impuseste a ti mesmo. Se quiseres realmente ver a grandeza da criação, acompanhe-nos, siga-nos então..."

Diante da meditação silenciosa da pequena multidão, alguns seguiram adiante, enquanto outros revendo-se dentro da própria consciência, refletiam-na como um espelho de si mesmo, escondiam-se diante da luz que se fazia presente.

A equipe parte, levando consigo os passageiros para a luz, deixando os futuros anjos a limparem-se da própria inconsciência, para o portal de amanhã!

Ghost

Imagem: Pinterest

domingo, 26 de março de 2017

Um Cantinho para Amar


Já te agradeci pelo teu amor hoje?
Já te disse obrigada pelas caminhadas de mãos dadas,
Pelos beijos roubados, pelos segredos sussurrados,
por todas as grandes e pequenas coisas enfrentadas juntos,
Pela saudade na distância, pelo carinho na proximidade,
pelo saciar do apelo do corpo e pela satisfação dos anseios da alma?
Por me aceitar como sou, sem condições ou culpas, 
por tantas vezes silenciar sobre minhas falhas, e mesmo ao me censurares,
 por fazê-lo com tanto carinho que a censura se torna um afago amigo.
Sei que já te agradeci na xícara de café que te alcancei, no sorriso que te lancei pela janela,
no lenço de papel que te secou o suor depois da caminhada, mas tu realmente o viste? 
Quero ter certeza de que tenhas certeza do quanto teu amor me faz bem
Já podes sondar meu coração até em meu silêncio...mas por tudo que és, mereces que minha voz se eleve, 
que meu melhor sorriso se enterneça, e te agradeça...
Já te agradeci pelo teu amor hoje.
Até amanhã, então...quando quero poder te agradecer por mais um dia ao teu lado, meu amor.

Bíndi, para Ghost

Imagem Goodfon.ru

domingo, 5 de março de 2017

Anjos...Anjo meu...!



Vocês nos ouvem as orações?

Vocês podem interceder por nós?

Vocês podem mudar os destinos, ou apenas cumprem as leis de Deus?

Anjos, temos o desejo de alcançá-los, mas para nós ainda é tão dificil, será dificil para vocês também nos compreender?

Anjo meu, te ofereço o melhor de meu coração numa prece de louvor aos céus...escuta-me, ajuda-me, ampara a criatura da cegueira consciêncial que habita o sono fisico, esforça-te portanto em caridade...e se puderes...salva-me de mim próprio, corrigindo meu estado inerte.

Anjo do céu...irmão da luz...ensina-me o perdão de mim mesmo, dá-me o poder do auto-domínio pelo mapeamento de meu próprio coração, ensina-me a suportar dores e provas, mas protege-me das sombras que regem a mente ainda débil.

E nas vitórias, oferta-me a humildade dos que querem aprender o convívio na luz da paz que ilumina e conforta. Não me permita a chama dos sentimentos, lança em mim a compreensão da imperfeição alheia, para que eu possa me experienciar no Fraterno servir.

Cumpra-se assim o desejo do Pai Celestial...de Amor e elevação.

Anjos de paz, ofertem-me as vibrações das intenções de luz...
Anjo meu, mesmo que eu não saiba reconhecer as lições...não desista de mim.


Ghost

Crédito da imagem: Pinterest (Wendy)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Pacto Íntimo


Não estou aqui para educar os mal-educados
Mas para usar de boa educação e ser o exemplo vivo da compreensão
Não estou aqui para iluminar a vida de ninguém
Mas para iluminar minha própria sombra e ser exemplo de equilíbrio
Não estou aqui para mostrar caminhos
Mas para, procurando meu próprio caminho, instigar que os outros procurem os seus
Não estou aqui para ensinar os ignorantes
Mas para, abrandando minha própria ignorância, mostrar que todos têm algo a aprender se quiserem buscar
Não estou aqui para impor verdades
Mas para tornar consciente o que em mim era inconsciente, e me fazia ignorar que eu andava às cegas.
Não estou aqui para ser santo
Mas para exercitar a humanidade, deixando ir aos poucos o que é animal em mim...pois não posso almejar viver em mundos celestiais, enquanto em minhas atitudes e hábitos ajo como os porcos pisoteando jardins.
Não estou aqui para ser feliz em atitude egoísta
Mas para descobrir como realizar, com os outros, a possibilidade de um dia sermos todos felizes.
E você... Por que está aqui...?

Bíndi


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...